Cidade do México – Parte 2: Museu Frida Kahlo, Coyoacán e Xochimilco

Um dos lugares que mais gostei de visitar na Cidade do México foi o Museu Frida Kahlo. A artista, que se tornou um grande símbolo do feminismo, usou o seu trabalho para explorar questões importantes para a sociedade mexicana, sendo também responsável por despertar um maior interesse internacional pelo México. Como se não bastasse, Frida fez tudo isso tendo que lidar com problemas de saúde decorrentes da pólio que teve quando criança e de um acidente de carro que sofreu com 18 anos e que a fez perder uma perna alguns anos depois. Foi muito legal conhecer um pouco mais da sua história de ativismo e superação!


A entrada para o museu custa ~USD 10. A fila para entrar é sempre enorme, então é recomendável comprar o ingresso online pelo site.

Ao sair de lá, resolvemos passear pelo bairro de Coyoacán, onde fica o museu. A região é super fofa e com uma vibe mais antiga e bem diferente da de Roma Norte/Condesa/Polanco. Almoçamos perto de uma pracinha central (praças e estátuas, aliás são um ponto forte da cidade – todos que vimos muito bem conservados, diga-se de passagem):

Nossa última parada do dia foram os canais de Xochimilco, famosos por seus barquinhos coloridos. A região fica um pouco afastada da cidade, mas relativamente perto de Coyoacán, então muita gente resolve combinar os dois pontos.

Ao chegar em um dos pontos para pegar o barco, fomos informados que o passeio custaria 500 pesos por pessoa (~USD 25). Achamos um pouco caro comparado ao que vínhamos pagando até então, mas me lembrava de ter visto esse valor em algum lugar, então aceitamos e fomos. Durante a travessia resolvi checar o site oficial de Xochimilco de novo, onde descobri que o preço oficial é de 500 pesos por barco! Para nossa sorte, íamos pagar no final, então já cheguei com o dinheiro certinho e quando insistiram que era por pessoa, falamos que vimos a informação oficial e fomos embora. Logo que entramos no Uber, a motorista confirmou que esse golpe acontece bastante e que estávamos certos.

Apesar de ser considerado um ponto forte da cidade, não achei o passeio nada de mais. Mas para ser justa, os barquinhos são bonitinhos e renderam ótimas fotos. Recomendo ir lá apenas se você tiver muito tempo livre na cidade.

Até a próxima! 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: