Cidade do México – Parte 4: Pirâmides de Teotihuacan e Igreja de Guadalupe

Sempre ouvi muitas coisas boas sobre a Cidade do México, mas um dos principais motivos que me fez planejar a viagem foi a oportunidade de conhecer as Pirâmides de Teotihuacan (que se pronuncia “Ti-Tiu-á-can”).

Acho o máximo visitar ruínas e pensar que há não tanto tempo atrás comunidades inteiras estavam ali, vivendo uma realidade muito diferente da nossa!

Teotihuacan, que fica a mais ou menos 1 hora de distância de CDMX, foi a maior cidade da América pré-colombiana, com uma população estimada de pelo menos 125.000 pessoas. Acredita-se que Teotihuacan começou a se formar por volta de 100 A.C., mas a sua construção teria continuado até ~250 D.C, e a cidade teria sobrevivido até os séculos 7-8 D.C. Aliás, ela só recebeu o nome atual – que significa “berço dos deuses” – pelos astecas, séculos depois da sua queda. Pra se ter uma ideia da linha do tempo, Teotihuacan existiu quase 1000 anos antes dos astecas chegarem na festa, e até hoje não se sabe ao certo a origem dos seus fundadores.

Contratamos um guia que nos levou de ônibus normal até lá. Se possível, recomendo contratar uma excursão com ônibus fechado.:)

A avenida central da cidade é chamada de Calzada de los Muertos, e no seu corredor há várias esculturas e pinturas.

Em uma das pontas da avenida está a Piramide del Sol, a maior construção do local. A subida até o topo não é das mais fáceis, mas vale a pena pela vista. Meio-dia é a hora de pico, pois acredita-se que estar lá no topo nessa hora é uma boa forma de recarregar suas energias, então tente subir um pouco antes desse horário.

Do outro lado da avenida, está a Piramide de la Luna. A subida é um pouco mais fácil e vale muito a pena também!

Ao sair das Pirâmides, fomos na Basílica de Santa María de Guadalupe, que fica no meio do caminho entre Teotihuacan e CDMX.

O santuário mais visitado da América é um complexo com várias construções, e estava lotado de gente. Abaixo, a basílica antiga, do início do século XVIII, e a praça central.

Passeios aprovados e recomendados (principalmente o das pirâmides) para qualquer um que esteja de passagem pela Cidade do México!

Até a próxima! 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: